Testemunhos


Sejam Bem-vindos 
ao ano da Consolidação


"O Moriá não faz milagres, mas nos dá a chave para a cura diária"


 (Layssa Rodrigues líder do DNA Kids e Ministério de dança da Lagoinha Céu Azul)

Meu nome é Layssa Rodrigues, tenho 21 anos. Nasci em um lar evangélico e cresci na igreja, sempre me envolvi com as atividades ministeriais, seja na dança, louvor, teatro, evangelismo... Apesar de tantas atividades, foi aos 11 anos que tomei postura diante do Senhor e passei a buscá-lo. Aos 16 anos me transferi para a Igreja Batista da Lagoinha. Mas, somente aos 17 anos conheci a Deus como Pai e tive uma experiência linda de amor e cuidado que nunca havia experimentado antes. Nunca me desviei, mas tive vários momentos em que me senti fraca e sozinha. Um deles foi antes de ir para o Moriá (Agosto de 2013 até setembro de 2014). 

Havia acabado de me formar no curso técnico em administração e não estava trabalhando, quando aconteceram algumas situações que me fizeram perder o chão, como: sair da companhia de dança que eu participava, fui acusada de algo que não fiz por pessoas próximas a mim, perdi a amizade da minha melhor amiga, perdi minha referência de líder e igreja e ainda todos os meus “amigos” se afastaram de mim, restando apenas minha família (e graças a Deus por isso, senão teria me desviado, pois foram os meus pais que me sustentaram em oração quando eu não tinha forças nem para ir á igreja). 

Fiquei 6 meses em um estado de depressão, não saia de casa para quase nada, nem tinha vontade de fazer as coisas que mais amo. Dormir era minha tarefa preferida. Estava tão triste, que parei de orar e buscar ao Senhor, até medo de pisar na igreja senti, me tornei fria e insensível à voz de Deus e também às pessoas ao meu redor.
Em uma noite enquanto dormia, senti uma cutucada forte em meu ombro, como se alguém me empurrasse. Estava deitada de lado, foi tão forte que virei de costas e acordei assustada, quando abri os olhos vi uma enorme mão branca, que ia do teto ao chão do meu quarto, perto da porta. Senti medo e fechei os olhos, quando senti em meu coração para levantar, acender a luz, e ler Ezequiel 37. Não tive coragem de acender a luz, porque a mão estava justamente ao lado do apagador. Me virei para pegar o celular e ler o texto por ele, mas senti em meu coração que deveria ler pela bíblia, não pelo celular.

 Naquela noite meu medo falou mais alto, e tentei dormir novamente, sempre que acordava durante a noite e olhava para a porta, a mão ainda estava no mesmo lugar, então fiquei quieta até amanhecer. Quando o dia clareou a primeira coisa que fiz, foi ler Ezequiel 37 (mesmo sabendo o que dizia o texto, quis ler). Quando li o versículo 1 quase caí para trás, pois dizia: “A mão do Senhor estava sobre mim, e por seu Espírito ele me levou a um vale cheio de ossos.” Continuei lendo aquele texto e o Senhor falou claramente comigo, que esse vale era toda a minha vida, e que eu precisava de mudança. Então no domingo seguinte, depois de muito tempo, fui ao culto e o Senhor falou fortemente em meu coração, a palavra daquela manhã foi sobre restituição. Depois disso, procurei pela Isa (líder do DNA – Ministério de dança da Lagoinha), e contei tudo que havia acontecido. Ela já me conhecia, e me acompanhou durante todo o processo. Comecei a fazer a Linha de Ensino para entrar para o ministério, mas ainda tinha muitas feridas no meu coração, e por mais que eu buscasse ao Senhor, não sentia mais sua presença.

 Além da inconstância, que uma hora eu estava bem, outra hora estava mal, às vezes sorria, mas logo em seguida desabava em choro... Certo dia, quando saía da aula de dança na Fábrica de Artes, a Isa me chamou para conversar e me perguntou como eu estava, e me pediu para ir ao Moriá, pois Deus a havia revelado que eu não estava bem. No mesmo dia fiz minha inscrição e na semana seguinte estava a caminho da Estância. A princípio senti medo, mas queria tanto ser curada e voltar a ter a alegria de antes, que me entreguei nesses dias, e vivi uma verdadeira transformação e restauração em TODAS as áreas da minha vida. Deus restituiu meu relacionamento com Ele, ministério, amigos, além de alguns sonhos que haviam morrido. Fui curada em várias áreas. Lembro-me de ter ido para a Estância em uma segunda-feira pela manhã, e voltaria somente na quinta-feira à tarde, mas fui tão ministrada nesses dias que na quarta-feira à noite eu já estava louca para ir embora, para poder resolver várias situações que eram necessárias, foi um tempo precioso. 

Como se não bastasse, no último dia, durante o devocional pela manhã, o Senhor me levou a ler Marcos 5:34, que diz: “Então ELE disse: FILHA, a sua fé a CUROU! VÁ em PAZ e fique LIVRE do seu sofrimento.” Foi a resposta perfeita que eu poderia ter para sair daquele lugar, crendo que tudo o que eu carregava em meus ombros quando cheguei, haviam permanecido ali. E assim voltei para casa, uma nova pessoa, crendo que o que havia passado ficou apenas para a história. O Moriá não faz milagres, mas nos dá a chave para a cura diária, por isso recomendo a todos que participem desse evento, pois abre muito a visão espiritual e passamos a ver as coisas de outra maneira. Além de sair totalmente renovado e curado.


"Deus está me moldando "


Cibele Fernandes - Integrante do DNA e Anjo da Guarda na IBL.

Cibele morava com a família no Vale de Jequitinhonha, e com 13 anos recebeu Jesus como seu salvador, época que curtia muito a micareta.  Em 2005 veio para Belo Horizonte com o objetivo de estudar, e teve que deixar sua família - os pais e um irmão. Mas algo muito triste aconteceu em 2006, quando  sua querida mãe faleceu. Isso a deixou muito abalada. Ao passar do tempo, Cibele viu que todas as áreas da vida dela estavam paralisadas, e com isso, não teve mais força para prosseguir. Clamava ao Senhor por socorro, mudança e restauração na vida dela. O desejo de Cibele era participar do Moriá, um retiro espiritual realizado na Estância Paraíso, no encontro, são abordados temas como: Restauração, libertação e cura interior, mas como ela trabalhava, não tinha como ir. 
Cibele continuou orando e buscando sempre a vontade do Senhor, porém algo inesperado aconteceu: Ela foi despedida de seu trabalho.  Como sentia em seu coração, que Deus estava no controle, ao invés de gastar todo o seu dinheiro, ela se inscreveu no Moriá. Foi realmente o tempo de Deus na vida dela. Chegando lá, Cibele foi  imediatamente impactada, pois o quarto escolhido para ela, tinha um nome de grande importância na vida dela – AMOR.  Mas o porquê deste nome? E assim ela pode mais uma vez pode ver o cuidado de Deus na vida dela.
As ministrações começaram, e o Senhor a revelou que no momento em que ela estava sendo gerada, a mãe dela era uma pessoa de coração duro, e tinha muito ódio, não liberava perdão, e com isso Cibele foi rejeitada. Resultado: Ela não recebeu o amor de filho, e tudo de ruim veio sobre a vida dela. 
Então, ao chegar naquele quarto e se deparar com a palavra AMOR, foi muito impactante para Cibele. Durante as ministrações, toda as maldições foram quebradas, e aquele ódio, aquela rejeição, a falta de amor e o temperamento forte que Cibele tinha herdado de sua mãe, caíram por terra, e Glória Deus, ela foi liberta! 
Na casa de Cibele quem sempre mandou foi a mãe dela, já que o pai era muito passivo. O irmão só sabia disputar com ela, e as brigas entre os dois eram constantes. O pai por ser calmo, nunca a defendeu, e assim, a vida de Cibele foi se ferindo. Mas como todo testemunho tem a parte da vitória, para honra e glória de Deus, tudo foi mudado na vida de Cibele, e hoje o relacionamento com o irmão, está mudando. 

Cibele aprendeu a liberar perdão, a amá-lo mais, e o Senhor está moldando o temperamento dela.  Houve um momento de devocional lá no Moriá, e Deus mostrou a Cibele que ele é onipresente - está em todos os lugares. Quando ela voltou de lá, o pensamento dela foi de realmente mudar seu comportamento, já que ela sabia que era muito difícil de abrir com as pessoas, buscar mais ao Senhor.
Agora, Cibele é uma nova mulher, e muito grata ao Senhor pela sua fidelidade! A cada dia ele tem trabalhado na vida dela.  E para finalizar, se Deus quiser, no segundo semestre deste ano, irá se matricular no Seminário Teológico Carisma, pois deseja aprender mais de Deus para abençoar as vidas que não conhecem Jesus ou aquelas que só os conhece de ouvir falar. 

Glória DEUS!!!



Testemunho de Oração


Olá!
Paz e graça!

Amados, quero compartilhar com vocês um testemunho de algo muito forte que me aconteceu na ministração de domingo dia 9 de março.  No dia 19 de fevereiro deste ano, a minha avó materna, por quem tenho um amor de mãe, sofreu um infarto e com ele, veio o diagnóstico de que ela deveria realizar duas pontes de safena. Essa notícia deixou toda a minha família muito preocupada e angustiada.

Temíamos por ela, afinal de contas ela já tem 79 anos, e apesar de ser muito ativa e forte, nosso coração tremeu, mas confiamos em Deus, pois sabíamos que ele estava no controle. 
Começamos então a orar e a pedir que Deus nos desse mais tempo com ela, e que corresse tudo bem na cirurgia delicada que ela teria que se submeter.

Os dias foram passando, e no dia 27, ela foi operada. Nosso coração clamava pela restauração da saúde dela, e para honra e glória do nosso Deus, deu tudo certo! Aleluia! 
Alguns dias depois, uma das enfermeiras que participou da cirurgia disse para a minha avó, que a vida dela era um milagre, pois ela tinha perdido muito sangue durante o procedimento. Nós (família), Já sabíamos que era um milagre, e tínhamos a certeza da fidelidade do Senhor,  e com isso, mais uma vez podemos declarar que toda e honra e glória pertence ao Senhor Jesus!
No culto de domingo (09 de março)  pela manhã, ministrei juntamente com o DNA, e meu coração já estava muito grato e alegre pelo milagre em minha casa! Enquanto ministrávamos, a nossa líder Isabel Coimbra começou a fazer um movimento, e disse para nós que estávamos ministrando : “Pulsem! Pulsem!”. E todos juntos, fizemos uma adoração como se fosse um só coração!
Naquele momento, senti a presença muito forte do Espírito Santo, e sua doce vez que me disse: “Agradece pelo coração da sua avó estar pulsando!”.
Foi algo tão forte, e muito lindo! Quando descemos do altar, me prostrei diante do Pai e, abraçada com a nossa amada Regianne Rodrigues, glorifiquei ao Senhor pela oportunidade de adorá-lo e de poder agradecê-lo também com a minha dança pelo milagre que minha família vive!
Agradeço de coração a todos que souberam do ocorrido, e, juntos, comigo oraram neste período que minha avó esteve internada. Quero dizer a vocês que, ela recebeu alta na quarta-feira dia 12, e agora em diante, só posso agradecer e exaltar a Deus por esse tão lindo milagre!
Glória Deus!!!

Deus abençoe poderosamente a todos do DNA!

Vamos juntos levantando o nome do nosso Deus e anunciando o seu reino!
Amo vocês!

Se você que tem um testemunho de oração, campanha ou propósitos, envie-nos um email no dancalagoinha@gmail.com

Comentários

  1. Aleluia!!! Esse é o nosso Deus, que cura, salva e restaura!!!
    Continue firme Cibele, Deus fará maravilhas através de vocês e em vocês!
    Abraços

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas